Conjuntivites no verão – o que você precisa saber!


O termo “conjuntivite” quer dizer inflamação da conjuntiva – que é a membrana que reveste a superficie branca dos olhos (esclera) e a parte interna das pálpebras. Portanto, dizer que alguém está com conjuntivite não quer dizer nada! O importante é saber qual o tipo de conjuntivite, ou seja, qual a causa!

oftalmologistaBasicamente, as principais conjuntivites são as bacterianas, as virais e as alérgicas. E cada uma requer um tipo específico de tratamento.

Nas conjuntivites virais, as mais contagiosas, e por isso mais frequêntes, como em qualquer infecção viral, quem combate o virus é o nosso corpo, produzindo anti-corpos. Portanto, o tratamento visa apenas proporcionar conforto ao paciente enquanto o próprio organismo cuida do combate à infecção. O que precisa ser enfatizado é que muito frequentemente são “receitados”, por balconistas de farmácias ou por vizinhos e parentes bem intencionados, colírios contendo corticoides em sua fórmula – o que pode melhorar a inflamação, proporcionando rápido conforto ao paciente, mas ao mesmo tempo comprometer a córnea, causando opacidades em sua superfície que são de difícil tratamento e causam baixa da visão.

É muito comum alguém com “olho vermelho” procurar um serviço de emergência, na maioria das vezes lotado, e receber um “diagnóstico” de “conjuntivite” e um tratamento com colírios que contém associações de antibióticos e corticoides. Antibióticos servem para infecções bacterianas e corticoides são antiinflamatórios potentes, sendo úteis para aliviar os sintomas de qualquer inflamação, mas em conjuntivítes virais – epidêmicas nos meses de verão- nem antibióticos, nem corticóides deveriam ser prescritos. Alguns casos de conjuntivites virais com inflamação intensa precisam ser tratados agressivamente com corticoides para previnir complicações da inflamação excessiva, mas esta decisão deve ser pesada considerando o risco de se causar opacidades na córnea que poderão baixar a visão por meses!

Portanto, fique atento quando o assunto for conjuntivite! O importante é saber a causa e evitar usar inadvertidamente colírios contendo corticoides. As conjuntivites virais são as mais frequêntes, as mais contagiosas, as mais comuns no verão e em seu tratamento devem ser evitados os corticóides inicialmente.

 

Autor: Dr. Marco Antonio kroeff

Deixe seu comentário via Facebook

comments



Voltar

Ou deixe seu comentário preenchendo o seguinte formulário:

Nome (obrigatório) Email (não será publicado) (obrigatório) Site Seu comentário

Assuntos em pauta

anel de ferrara astigmatismo catarata catarata lentes catarata ocular catarata tratamento ceratocone ceratocone cross link ceratocone lente de contato ceratocone tratamento cirurgia cirurgia miopia cirurgia refrativa colírio conjuntivite cross link crosslink crosslinking cross linking cura Córnea excimer laser femto second femtosegundo fotofobia hipermetropia laser lasik lente de contato lentes de contato marco antonio kroeff miopia oftalmo oftalmologia oftalmologista olhos olho vermelho porto alegre PRK proteção solar pterígio saúde ocular transplante de córnea tratamento óculos de sol